#DicaDaNutrinha: Veganismo e vegetarianismo.

Olá eu sou a Paula nutricionista do E Agora Nutrinha e também embaixadora da FRESH Orgânicos e neste post irei falar um pouco mais sobre o Veganismo e Vegetarianismo.

O interesse e curiosidade pelo veganismo e vegetarianismo só tem crescido nos últimos tempos. Tem sido pauta em veículos de comunicação, em redes sociais de influencers, está na conversa da roda de amigos e até nos almoços de domingo.

Nos últimos 5 anos, aqui no Brasil, a busca pela palavra “veganismo” no Google cresceu 500%. Mesmo com esse crescimento e com o assunto em todo lugar, ainda surgem muitas dúvidas.

Desde a diferença entre ser vegano ou vegetariano até como manter os nutrientes sem consumir produtos de origem animal, não é? Para te ajudar a entender melhor esse universo, vamos do início: o que é ser vegetariano e o que é ser vegano?

VEGETARIANISMO

                O vegetarianismo de um modo geral, é baseado em excluir da dieta alimentos de origem animal, tendo nas suas refeições alimentos apenas de origem vegetal.

Entretanto, existem vários tipos de vegetarianismo, sendo que em alguns casos, se exclui apenas as carnes, permanecendo na rotina alimentar ovos, laticínios e derivados.

Os chamados ovo-lacto-vegetarianos, são aqueles que aderem a uma dieta sem carne, frango ou peixe mas continuam consumindo ovos, leites e derivados.

Já os lacto-vegetarianos abrem mão das carnes e dos ovos, permanecendo na dieta leite e seus derivados.

VEGANISMO

               O veganismo é considerado uma filosofia e um estilo de vida. Segundo a The Vegan Society “Veganismo é uma maneira de viver em busca de excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade com animais para comida, roupas, e qualquer outro propósito “. Ou seja, vai muito além da alimentação. Para quem está acostumado com uma dieta sem restrições, parece impossível né? Mas tem como manter uma dieta equilibrada e saudável sem alimentos de origem animal.

Para manter um padrão alimentar saudável com aporte de nutrientes adequado, invista nos legumes, vegetais, leguminosas  e grãos. Lembre de optar pelos grãos integrais que são ricos em fibras e nutrientes como arroz integral, aveia, trigo, quinoa, amaranto e milho.

UPDATE DO POST:

Mas antes de optar em se tornar vegano ou vegetariano, queremos propor para você algumas etapas importantes para essa grande mudança que você está proposto(a) em fazer na sua alimentação e também na sua vida:

 

  • Pense: antes de mais nada, pense com calma qual o motivo que te levou a essa decisão. Foi pela sua saúde? Pelos animais? Pelo meio ambiente? Ou por outra situação? Lembre-se que é importante fazer escolhas por sua própria vontade e não porque quer fazer parte de alguma “moda”.

 

 

  • Comece aos poucos: se você não é do tipo de pessoa que consegue parar tudo de uma vez, take it easy! Comece com a carne vermelha, depois o frango e por último o peixe. Dessa forma a mudança será menos impactante para você, para o seu corpo e as chances de você desistir será bem menor.

 

  • Tenha uma alimentação balanceada: ser vegetariano ou vegano não é sinônimo de ser saudável, afinal cair de boca em massas e pães não é uma boa opção para a saúde. Procure sempre um nutricionista que possa te orientar quais os alimentos que podem substituir a carne na sua alimentação e mantenha sempre uma alimentação balanceada com legumes, frutas, grão e tudo o que seu organismo precisa para manter a saúde em dia.

 

  • Não desista: sim, obstáculos irão surgir ao longo do caminho afinal banir qualquer coisa do seu cardápio não é uma tarefa fácil, mas também não é difícil. Caso aconteça de haver uma recaída, não desanime, erga a cabeça e continue de onde parou.

 

  • Respire fundo: você ouvirá muitas críticas, há pessoas que ainda acham que o corpo precisa de carne para estar saudável, e isso não é verdade. Nessas horas será preciso abstrair e seguir  suas convicções sem se importar com que os outros pensam e falam.

 

  • Respeite: se você quer ser respeitado pela sua opção de não comer carne, respeite quem ainda come ok? Pessoas com opiniões diferentes podem conviver harmoniosamente juntas, não fique tentando “converter” o próximo. Assim as pessoas também irão respeitar a sua opção de estilo de vida sem ficar te questionando. 🙂

Aqui vão 5 dicas e curiosidades sobre alimentos vegetais que todo mundo deve saber:

 

  • Sabia que brócolis e couve fornece mais cálcio que o leite? Além disso, esses alimentos possuem outros minerais que auxiliam na absorção desse nutriente.

 

  • Gorduras do bem aumentam o colesterol bom, diminuindo risco de doenças cardiovasculares. Podemos encontrá-las nas oleaginosas (nozes, amêndoas, amendoim e etc) e no nosso queridinho abacate!

 

  • É daqueles que acha que excluindo a carne vai gerar déficit de proteína? Nada disso, 100g de leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico) tem a mesma quantidade de proteína que 100g de carne.

 

  • É possível obter ômega 3 sem consumir peixe. Sementes como chia e linhaça são ótimos substitutos, fornecendo boas quantidades de ômega 3.

 

  • A combinação de arroz e feijão fornece todos os aminoácidos essenciais, por isso é conhecido como a mistura perfeita.

Enfim, são vários os alimentos de origem vegetal que podem suprir os alimentos de origem animal. Não se esqueça de procurar um bom nutricionista para te auxiliar nos substitutos e nas quantidades ideais pra você .

Um super beijo e até a próxima

Paula: nutricionista e fundadora do E Agora Nutrinha?

eagoranutrinha.com.br

Deixe uma resposta