Entenda melhor….

Que comer alimentos orgânicos é mais saudável a gente já está saturado de saber, mas o que acontece nos alimentos de agricultura tradicional que os tornam mais nocivos a saúde?

Por que devo comer orgânicos? É super importante termos bem esclarecido tudo isso, afinal estamos falando da nossa alimentação diária, daquilo que podemos estar consumindo todos os dias da nossa vida.

Estar atento a tudo que envolve os nossos hábitos alimentares é a forma mais bonita de nos cuidarmos e garantir bem estar, qualidade de vida e longevidade. Já vimos por aqui a importância de uma alimentação limpa, variada, com bastante verduras, legumes e frutas.

Em contrapartida, também alertamos sobre a qualidade desses produtos. Já falamos que consumir orgânicos é essencial para nossa saúde e pensando nisso também achamos de extrema importância entender o que são as substâncias encontradas nos alimentos tradicionais.

Antes de mais nada, vamos entender de onde surgiu os transgênicos e agrotóxicos e qual o papel deles na agricultura.

Frutos de modificações genéticas realizadas a partir de ciência e mecanismos laboratoriais, os alimentos transgênicos surgem visando maior rendimento na produção agrícola através do melhoramento genético. Como assim?

O processo de transgenia acelera a produção do alimento, ajudando a produzir muito mais em menos tempo ou em qualquer estação do ano, por exemplo. Através da modificação genética o alimento ainda podem adquirir resistência ao ataque de insetos, de pragas e à seca. O aumento da produção pode ainda reduzir o problema da fome, segundo alguns especialistas.

Até aqui, parece tudo lindo, não é? Mas a parte ruim – e mais importante – dessa história é o que quase ninguém te conta.

Esse processo que a primeira vista parece ser incrível, na verdade acaba se tornando um desgaste ao ambiente e acarretando em alterações que podem tornar-se irreversíveis.

Os transgênicos aumentam a utilização de agrotóxicos, que penetram na terra e através da chuva atinge os rios e toda fauna e flora. O fator mais importante entretanto é a associação dos alimentos transgênicos e o uso de agrotóxicos a doenças como câncer.

É com isso que devemos nos preocupar. Uma revista científica canadense publicou um estudo feito com mulheres grávidas onde demonstrou a presença de uma toxina do milho transgênico no sangue de 93% das mulheres grávidas e 80% em seus bebês.

Um outro estudo feito com camundongos mostrou que o grupo alimentado com milho transgênico teve incidência de 3 vezes mais de tumores do que o grupo alimentado com milho orgânico.

O câncer tem sido cada vez mais associado a alimentação, chegando a estar mais diretamente relacionada a doença que o cigarro. Entendem onde mora o problema?

Precisamos estar alertas com aquilo que colocamos para dentro do nosso corpo, afinal é nele que vamos morar por toda nossa vida. Comer com consciência, com cuidado a si mesmo e ao meio ambiente.

O sistema de agricultura orgânica visa produzir um alimento saudável para o consumidor final e também promove uma produção social e economicamente sustentável.

 Além disso, os produtos orgânicos mantém naturalmente os antioxidantes dos alimentos que combatem os radicais livres prevenindo doenças. São ainda mais saborosos e o aroma é mais intenso, já que respeitam sua safra natural.

 Faça boas escolhas, que respeitem o seu corpo, o mundo animal e vegetal, que seja benéficos a todos: do produtor ao consumidor final. Alimentação saudável, consciente e bem embasada, isso que faz com que tenhamos mais qualidade de vida 🙂

 

Beijos: Paula @eagoranutrinha

www.eagoranutrinha.com.br

Deixe uma resposta